MS registra queda de 157 mil contratos de telefonia móvel em 12 meses

Estado fechou fevereiro com 3.057.845 contratos ativos, enquanto no mesmo mês do ano passado eram 3.215.462, redução de 4,90%

Publicado em: 17/04/2019 | CAMPO GRANDE NEWS / GABRIEL NERIS

O número de contratos de telefonia móvel em Mato Grosso do Sul caiu 157.617 no período de um ano. O Estado fechou fevereiro com 3.057.845 contratos ativos, enquanto no mesmo mês do ano passado eram 3.215.462, redução de 4,90%, segundo o levantamento da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

Na comparação mensal, são 17.158 contratos a menos, queda de 0,55%. Já em relação a fevereiro de 2017 a redução foi de 7,91%, quando eram 3.320.761 contratos.

As quatro maiores prestadoras de serviço móvel perderam 7,68 milhões de assinantes nos últimos 12 meses (-3,33%). A Tim teve queda de 2,66 milhões de linhas (-4,59%), seguida da Claro, menos 2,31 milhões (-3,93%), da Oi, menos 1,23 milhão (-3,17%), e da Vivo, menos 1,47 milhão (-1,96%). Com isso, a telefonia móvel reduziu a base total de linhas em operação em 6,68 milhões (-2,84%) no período.

Em fevereiro de 2019, a Vivo manteve a maior fatia do mercado de Serviço Móvel Pessoal, 73,43 milhões de linhas em operação (32,07%), seguida da Claro, 56,42 milhões (24,64%), da Tim, 55,34 milhões (24,17%), e da Oi, 37,67 milhões (16,45%).

Entre as prestadoras de pequeno porte, a Nextel registra um total de 3,39 milhões de linhas (1,48%) seguida da Porto Seguro, 770,62 mil (0,34%), e da Datora, 412,22 mil linhas (0,18%).