Mato Grosso do Sul se aproxima dos 25 mil de Covid-19 e chega a 376 óbitos

Mato Grosso do Sul contabilizou nesta sexta-feira (31), 649 novos casos e mais 19 mortes por Covid-19. O estado atingiu 24.936 registros da doença e 376 óbitos.
Dos casos novos, 231 foram em Campo Grande. A capital soma agora 9.875 pessoas infectadas pelo novo coronavírus.
Também é de Campo Grande o maior número de mortes confirmadas nas últimas 24 horas, 10. As outras são de moradores de: Corumbá (1), Sidrolândia (1), Maracaju (1), Terenos (1), Chapadão do Sul (1), Três Lagoas (1), Aquidauana (2) e Dourados (1).
Dos casos confirmados, 6.070 são considerados ativos. Desse total, 5.585 estão em isolamento domiciliar e 485 estão internados, dos quais 210 em leitos de terapia intensiva (UTI’s).
A taxa de ocupação de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso do Sul é de 62%. Campo Grande e Corumbá, epicentros da doença, tem, entretanto, índices mais altos. A capital, 90% e a cidade pantaneira de 81%.
Em contrapartida, o percentual de pessoas recuperadas da doença subiu para 74,14%, o que representa 18.490 pacientes.
O estado tem ainda 7.284 casos suspeitos da doença. Desse total, 2.739 aguardam na fila do Laboratório Central (Lacen) em Campo Grande e 4.545 estão sem encerramento pelos municípios. Desde o início da pandemia Mato Grosso do Sul já realizou 112.474 casos.

Avanço na estrutura
O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, falou nesta sexta-feira do aumento de leitos de UTI. Disse que ontem foram entregues mais 6 em Jardim, e que agora todas as macrorregiões do estado tem leitos de terapia intensiva.
Disse que uma instituição de Dourados está devolvendo equipamentos e que esses serão utilizados para abrir 10 novos leitos de UTI no hospital do Pênfigo, em Campo Grande, elevando para 15 o número de unidades para Covid-19 disponíveis nesta instituição ainda neste fim de semana.

Crédito de imagem: do G1 MS

Com informações do Caarapó News