Eleições 2020: Amambai tem candidatos do PSDB e PSL na disputa pela Prefeitura

O atual prefeito é tucano e tenta reeleição; o segundo partido também lança chapa pura

Amambai, 352 quilômetros de Campo Grande, tem dois candidatos a prefeito nas eleições 2020. Um deles é o atual, Edinaldo Luiz Bandera (PSDB), que busca reeleição, com Rodrigo Selhorst (PSDB) no lugar de candidato a vice-prefeito. A disputa vai ocorrer com José Cristóvão de Oliveira Bambil (PSL), que tem Pastor Leandro, do mesmo partido, na vice.

Contudo, só o atual prefeito registrou sua candidatura no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul). Os candidatos têm até 26 de setembro para cadastrarem suas chapas. Segundo apuração, PDT e MDB ensaiavam possíveis candidaturas, mas o prazo de convenção partidária se encerrou sem tal confirmação.

PSDB
Atualmente, o prefeito Edinaldo Bandera (PSDB), 46 anos, tem como vice Valter Brito, que, neste ano, vai concorrer a uma vaga na Câmara Municipal de Amambai. Em 2016, o chefe do Executivo derrotou candidatos do PDT e do então PMDB, vencendo com 40,11% dos votos. Médico, o candidato à reeleição vai para disputa com chapa pura.

Rodrigo Selhorst (PSDB), 45 anos, escolhido como vice, é empresário, concorrendo pela primeira vez. A chapa para a reeleição tem apoio do DEM, PT, Patriota, PP, PSD e PSB, segundo registrado na Justiça Eleitoral.

PSL
José Cristóvão é o nome definido pelo PSL. Em sua página no Facebook, há informação de que ele é assistente legislativo da Câmara Municipal de Amambai. Sua candidatura ainda não está registrada no TRE, embora tenha sido confirmada em convenção partidária. O candidato a vice é Leandro Oliveira, pastor. Ele também estuda Direito e Teologia, segundo informações em sua rede social.

Com Informações do Mídiamax